segunda-feira, 20 de julho de 2009

O Blog do Youssef

Nestas andanças pelo mundo virtual descobri um blog de primeira linha. É o blog do Youssef, que trás diversas dicas sobre o motociclismo, com bons textos e muita ilustração, principalmente de vídeos. Muito bom mesmo. Como é que não o descobri antes???
Já o coloquei na seção seleção de blogs.
Selecionei um texto do Youssef, publicado no dia 30 de Junho, que achei excelente. Tomei a liberdade de transcrevê-lo para que vocês tenham uma noção da qualidade do seu blog.
Aí vai:
Os mortos, os arrependidos e os convertidos
Quando divulgo o blog em comunidades recebo dois tipos bem diferentes de retorno. A maioria reconhece a necessidade de se preocupar com a segurança e até me agradece pela iniciativa do blog. Um outro grupo, no entanto, desdenha e até reage de forma agressiva. São os típicos "motoqueiros", irresponsáveis e que se tão espertos que não precisam se preocupar com segurança. "Quer segurança? Fique em casa e não ande de moto" dizem alguns. A quase totalidade deste segundo grupo é formada por gente bem jovem. Como sou mais velho, e tenho amigos mais velhos, conversando com eles descobri algo interessante sobre essa conduta. Entre os mais velhos, quase não existem "motoqueiros", pois todos estão mortos, arrependidos ou convertidos.Vamos explicar os termos. Bem, os mortos não necessitam de explicação, fazem parte das estatísticas, tudo o que restou de sua história. Dentre os que sobreviveram a essa atitude displicente quanto à segurança sobram os arrependidos e os convertidos.Os arrependidos são aqueles que me vêem de moto e dizem "Eu já fui bom nisso, mas tome cuidado, depois do 8º acidente e algumas fraturas eu tive que largar disso"; O arrependido é alguém que sofreu as consequências de sua irresponsabilidade e sobreviveu, mas hoje não pode nem passar perto de uma moto. Interessante que, apesar de arrependido, não reconhece seu êrro e põe a culpa na moto.O convertido é diferente; trata-se de alguém que agiu irresponsavelmente, mas diante de alguns sustos pode rever sua posição e assumir uma conduta mais responsável para com sua vida e a dos outros. Tenho muitos amigos convertidos, gente que nos anos 70 andava de "Sete Galo" sem capacete e, milagrosamente, sobreviveu. O aprendizado, para alguns, custou caro, mas valeu a pena.Espero que você já seja um bom motociclista, mas se for um "motoqueiro" lembre-se, em breve você estará em uma das 3 categorias: dos mortos, dos arrependidos, ou dos convertidos.
Muito bom, não? Para acessar o blog do Youssef você pode clicar aqui, ou no link já cadastrado na seção seleção de blogs. Confira.

Um comentário:

Obrigado pela sua participação e opinião.