quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Reportagem no Díário Gaúcho

Saiu hoje nno Jornal Diário Gaúcho, na coluna PLANETA MOTO publicada pelo jornalista e motociclista Renato Gava uma matéria sobre a nossa próxima viagem. Ficamos muito felizes e honrados com o apoio do Renato. Ficou muito legal.

domingo, 27 de dezembro de 2009

A família Serra

Ontem, além da instalação dos equipamentos lá no Prof. Pardal do motociclismo (Manivela), aproveitamos para dar uma esticada até Rio Grande, mais precisamente na localidade da Quinta, bairro da cidade de Rio Grande, que fica no entroncamento do acesso de quem vai ao centro de Rio Grande, ou a praia do Cassino ou de quem segue viagem ao Chuí, passando pela reserva do Taim. A localidade da Quinta fica distante aproximadamente 40 km de Pelotas e 50 km do banhado do Taim. Lá fomos encontrar pessoas especiais. Lá fomos encontrar a Família de João Serra e conhecemos pessoalmente a Maria Angela (Manja), esposa do Serra e sua filha Lili. Que família linda e querida. Pessoas especiais, anjos aqui na terra. Passamos a tarde ouvindo suas histórias de amizade, de apoio e socorro a outros motoviajantes, de solidariedade e de bondade, que emana espontaneamente de suas palavras e atos. Simpaticíssímos, guiados por valores cada vez mais raros no mundo de hoje, como a humildade, desprendimento, ajuda ao próximo pelo simples fato de se sentir bem, valores onde a amizade e lealdade preponderam acima de tudo. Este é o casal e família Serra = PESSOAS ESPECIAIS. Foi realmente um privilégio conhecer o Serra (em uma situação inusitada = Leia o relato da aventura a Punta Del Este) e agora pessoalmente toda a sua família. Esperamos, eu e a Adelaide logo reencontrá-los.

O Serra não queria deixar que seguíssemos naquele dia para Porto Alegre. Fez questão que pousássemos em sua casa. Resistimos, mas não foi fácil, pois é um prazer enorme ficar próximo deles. Pessoas com energia boa que sabem como poucos nos fazer ficar a vontade e nos sentir bem. Quase ficamos... Partimos com dor no coração, mas com certeza, se Deus quiser, em uma outra oportunidade queremos poder compartilhar por mais tempo da companhia desta gente tão querida.

A propósito, o Serra, sua esposa e grande companheira Manja, juntamente com o casal Eliseu e Gládis, que infelizmente não conseguimos conhecer pessoalmente desta feita, estão também de viagem marcada para o Peru. A partida deles será no dia 15 de Janeiro e existe a possiblidade de nos encontrarmos pelo caminho.

Serra, Manja e Lili. Obrigado por nos receberem e por serem as pessoas que são. Estamos honrados de podermos dizer que somos seus amigos.
P.S: Lá na Quinta, o Serra, me proporcionou andar com a sua XT 660. Foi a primeira vez que andei com uma XT. A foto é para registrar o momento histórico. Obrigado Serra. Agora podes dizer que foi você que me fez conhecer uma XT 660.

Porta combustível extra e Porta trecos

Ontem estivemos novamente em Pelotas para instalação de equipamentos. Encomendei com o Manivela um porta combustível reserva, ou seja, um receptáculo para que possa levar combustível extra em algum galão, garrafa pet, ou outro recipiente que aproveite o máximo do espaço do receptáculo. O manivela acabou inventando um negócio que atende perfeitamente esta necessidade. Foi instalado entre o espaço existente entre a carenagem da moto e o suporte para o baú lateral um cano de PVC de 150 mm (lado oposto ao cano de descarga da moto). Todo o espaço ali existente foi aproveitado com  a instalação deste equipamento. Ficou muito bom e poderei levar em uma garrafa PET de 3 ou 3,3 lts o cobustível extra (aliás a garrafa de 3 lts acaba pequena para este espaço, ou seja, se conseguir uma garrafa maior, mais combustível poderei armazenar). Uma outra alternativa que pesquisei para acondicionar o combustível é as bolsas térmicas para água quente, que são de silicone, grossas, maleáveis e com rosca na tampa, vedando completamente. Já descobri bolsa de 2,5 lts. Irei fazer o teste, vamos ver como se comporta. Aproveitei também para instalar um "porta treco" no suporte para descanço dos pés. Este porta treco també é um cano de PVC de 100 mm. Também ficou muito bom e lá pretendo levar ferramentas e equipamentos sobressalentes. Deu uma trabalheira, mas ficou bom. Viajar também é adquirir experiência em equipamento e ir inventando boas soluções e práticas.
Porta combustível extra (Cano de 150 mm), entre o suporte do baú lateral e a carenagem
Porta treco (Cano de 100 mm) na base do descanso para os pés

quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

FELIZ NATAL E UM ÓTIMO 2010

Foto tirada na Ruta 40, a alguns quilômetros de Bariloche.

DESEJAMOS A TODOS UM ÓTIMO NATAL E UM 2010 REPLETO DE SAÚDE, FELICIDADE, PAZ E A REALIZAÇÃO DE SEUS PROJETOS E SONHOS.

domingo, 20 de dezembro de 2009

A Família aumentou - Os novos descendentes de Arlindo Link

Neste sábado fomos conhecer nossos recém nascidos afilhados: O Bernardo, filho do Beto e da Karen e a Thaís, filha do Nino e da Bibi. ambos nascidos com um dia de diferença. Estas duas figurinhas, junto com a sobrinha Camila, são os netos do vô Arlindo e que darão continuidade a nossa família. Lindos os três:
Thaís, filha do Nino e da Bibi (1 dia de vida)

Bernardo, filho do Beto e da Karen (nascido neste dia)

O Vô Arlindo com seus netos ladeado pelos pais (da esq. para direita: Nino, Arlindo e Beto)

A chefe da nova gangue: Camila: a primeira neta do vô Arlindo

sábado, 19 de dezembro de 2009

Nas Asas do Condor - Uma viagem ao Umbigo do Mundo


Finalmente lançamos hoje, oficialmente, a próxima viagem de Álvaro e Adelaide. "NAS ASAS DO CONDOR - Uma viagem ao Umbigo do Mundo". A logomarca da viagem, transformada em adesivo, que será distribuido a amigos e afixada nos locais por onde passaremos (tradição de motoviajantes) já está pronta, e como vocês podem ver, cheia de significado. Nas Asas do Condor, que ganha link (blog) próprio (ao lado), será uma viagem que pretende nos levar a Argentina, Chile, Bolívia e Peru, e nestes países a lugares surpreendentes, como Passo São Francisco, Atacama (e suas diversas atrações), Titicaca, Macchu Pichu, Nazca e por fim, se possível (trajeto ainda a ser definido), um retorno pela amazônia Peruana, via transoceânica, entrando no Brasil pelo Acre. Uma viagem que está exigindo de nós muito mais equipamentos, preparo e planejamento. Estaremos no link que criamos, postando, na medida do possível, estes preparativos, que podem também servir de apoio a outros motoviajantes. Também lá estaremos postando, como fizemos na Viagem ao Fim do Mundo o relato da viagem. O roteiro terá aproximadamente 15.000 km e deverá ser feito em 30 dias, a partir do dia 5 de Janeiro. A música tema da viagem é de Osvaldo Montenegro e transcrevemos aqui a estrofe que resume o que significa esta viagem:

Quando voa o condor, com o céu por detrás, traz na asa um sonho, com o céu por detrás, voa condor, que a gente voa atrás, voa atrás do sonho, com o céu por detrás.

domingo, 13 de dezembro de 2009

Expedição Ruta 40 - Capítulo 2

A Expedição Ruta 40 continua. Abaixo o segundo capítulo da série, veiculada na TVCOM (apresentado em dois blocos).
Veja o post anterior sobre a aventura. Lá você também poderá ver o primeiro capítulo da série.


Ducati Multiestrada 1200

Neste sábado fui até a Hypermotos, loja de artigos para motociclistas do Beto Marshal. Conversando com o próprio Beto, ele me comentou da nova sensação no que se refere ao mercado de Big Traill(s) do momento, a Ducati 1200 multiestrada.

Conforme ele, esta nova Big Traill que chega ao Brasil em Julho de 2010, irá renovar os conceitos das montadoras e desbancar marcas famosas como a BMW 1200, que necessáriamente deverá se atualizar. A Ducati 1200 possibilita com um simples clicar de botões ser transformada em 4 estilos diferentes de pilotagem: Urbana, Enduro, Sport e Touring.

Ao chegar em casa, curioso que sou, fui pesquisar. Leia a matéria que extraí do Jornal Cruzeiro do Sul, e logo depois o vídeo oficial de lançamento desta super máquina:

Ducati Multistrada 1200 é muito mais do que um rostinho bonito

A marca Ducati está diretamente relacionada à esportividade. Não apenas pelos diversos títulos já conquistados nos campeonatos de motovelocidade, mas também porque a casa de Bolonha é considerada pelos fãs mais apaixonados como a Ferrari de duas rodas. Surpreendentemente, o fabricante chamou a atenção do público no Salão de Milão, que aconteceu em novembro, não com uma moto de asfalto, mas sim, com sua nova big trail: a Multistrada 1200. Ela foi eleita a motocicleta mais bonita do evento, tem o motor mais potente da categoria, traz tecnologia de ponta e vai ser lançada no Brasil no segundo semestre de 2010.

Apesar de ser uma big trail, a Multistrada sempre veio equipada com pneus de asfalto. Mesmo sua antecessora, a Multistrada 1100, lançada no Brasil no final de 2008, já trazia pneus esportivos, como se estivesse prevendo a nova tendência da categoria. Este segmento vem mudando, principalmente, por causa do tipo de uso dos proprietários, que não parecem dispostos a sujar motos de mais de 200 kg na lama. No Brasil, a renovada Multistrada 1200 vai enfrentar BMW R 1200 GS, Honda Varadero, Suzuki V-Strom DL 1000, Triumph Tiger 1050 e KTM 990 SMT. Mas seu design mais moderno, que mistura detalhes de moto esportiva com big trail, já é um ponto à frente da concorrência. Isso sem falar da bela balança monobraço e do quadro de treliça tubular.

Seu motor bicilíndrico Testastretta é o mais potente da categoria. Herdado da esportiva 1098, ele tem oito válvulas, refrigeração líquida e gera 150 cv de potência a 9.200 rpm e torque de 12 kgfm a 7.500 giros. Para efeito de comparação, a nova BMW R 1200 GS oferece 110 cv. A alta potência deste propulsor está relacionada, em parte, ao comando desmodrômico, que troca o sistema convencional de válvulas com molas por um mecanismo de válvulas interligadas, que evitam a perda de sincronia com os pistões nas rotações mais elevadas.

Disponível apenas na versão S do modelo, este sistema tem quatro opções: Urbana, com potência de 100 cv e suspensão em modo conforto; Enduro, também com 100 cv e suspensão elevada; Sport, com 140 cv e suspensão de comportamento esportivo; e Touring, com 150 cv e suspensão adequada para maior conforto em viagens mais longas em rodovias, com plena carga, levando piloto e garupa. O conjunto de amortecimento da versão S é assinado pela Ohlins, mas na Multistrada mais acessível tem amortecedores Marzocchi de 50 mm na frente e Sachs atrás ambos com 170 mm de curso. O sistema de freios com ABS é da marca Brembo e tem discos duplos de 320 mm na roda dianteira e disco único de 245 mm na roda traseira.

sábado, 12 de dezembro de 2009

A destruição de Montevideo - Ataque de Pânico

O jornal Zero Hora publicou esta semana uma reportagem sobre um curta uruguaio de ficção científica do diretor Federico Alvarez . Postado no Youtube, o vídeo imediatamente se transformou em sucesso absoluto, com milhares de acessos e reproduções em sites e blogs pelo mundo. Ataque de Pânico, o nome do curta de 4:48 min, mostra a cidade de Montevideo sendo atacada e totalmente destruída por robôs alienígenas.

Uma semana depois de postar o vídeo na internet o diretor assinou um contrato milionário com hollywood. Detalhe: o vídeo custou U$ 300,00 e o contrato lhe rendeu U$ 30 milhões.

Assita o vídeo:




Cioccari - Ótima opção para equipamentos de aventura

Adelaide entre o César e a Sirlei (no blacão um pouco dos equipamentos adquiridos)
Os preparativos para a próxima viagem continuam e logo, logo, estaremos postando aqui no blog o projeto (já temos nome, logomarca, adesivo e roteiro). Por enquanto estamos executando o planejamento no que se refere a aquisição de equipamentos: roupas, barraca, sacos de dormir, material para segurança, etc. Nós, que acima de tudo valorizamos qualidade e bom atendimento, encontramos uma loja que além de possuir uma grande grade de produtos para aventura, possui um atendimento exemplar, muito bom mesmo. Falo da Cioccari onde fomos atendidos pelo César (um dos proprietários) e Sirlei, que sabe tudo sobre os equipamentos de aventura. Procuramos muito em Porto Alegre uma loja que pudesse atender nossas necessidades e constatamos que não é fácil. Ou a loja possui os produtos, mas o atendimento é péssimo (E várias são assim = Aliás infelizmente é raro o atendimento não ser ruim), ou o atendimento é bom, mas não encontramos o que precisamos. Para nossa alegria, encontramos esta opção, chamada Cioccari: Ótimo atendimento, boa grade de equipamentos e preço justo. Sempre que somos bem atendindos e encantados pelo atendimento de um estabelecimento comercial, fazemos questão de divulgar no blog, até para servir de apoio a outros aventureiros e motoviajantes, porém quando somos mal atendidos, fazemos questão de nunca mais colocar os pés no lugar que nos proporciona estas desagradáveis horas da verdade e acima de tudo esquecê-lo. A Cicoccari está localizada na A. Carlos Barbosa, 857 - Bairro Medianeira. Seu telefone: (051) 3223-8321.

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Expedição Ruta 40

Desde o dia 29 está sendo apresentado na TVCOM um documentário que relata uma viagem efetuada em 12 dias, por mais de 5.500 km pela lendária Ruta 40. A viagem ocorreu em setembro quando os  14 participantes embarcaram as motos em um caminhão até Rio Gallegos (última cidade Argentina, antes da travessia do Estreito de Magalhães e ingresso na Terra do Fogo). De lá, pegaram as motocicletas e pilotaram 150 quilômetros até Cabo Virgenes, ponto zero da Ruta 40. Todas as motos são acima de mil cilindradas. Das 14 motos que largaram, 10 chegaram a La Quiaca, fronteira com a Bolívia. Dois pilotos sofreram acidentes (um deles fraturou a mão esquerda) ainda antes dos primeiros mil quilômetros. Outros dois tiveram problemas mecânicos e também voltaram mais cedo. Mesmo quem chegou, não escapou de pequenos tombos no meio do caminho. Para realizar o sonho de cruzar a Argentina, cada participante gastou cerca de R$ 8 mil. O comboio tinha ainda um carro de apoio, guiado pelo aventureiro Clovis Kalikoski, o Chakal, apresentador do programa a ser exibido na TVCOM.

A Ruta 40 é a mais extensa rodovia Argentina e também é considerada mítica pelos motociclistas, pelas extremas dificuldades que apresenta, especialmente o vento e o rípio encontrado no extremo sul do país. Vencê-la é o sonho de 10 entre 10 motoviajantes.

Localidade de Três Lagos (aqui o diabo perdeu as botas)

A Ruta 40 após a queda e apoio do argentino Sérgio

Nós tentamos enfrentá-la na viagem ao Fim do Mundo, porém fomos vencidos por ela e pelo vento nos primeiros 2 quilômetros. Vale a pena a reprodução do relato deste dia:

O Local: Tres Lagos, após 30 km do trevo de acesso ao povoado de El Chalten, no sopé do pico Fitz Roy = Estamos em uma Estação de Serviço (posto de combustível). Final do trecho asfaltado da Ruta 40. Logo que entramos no posto (já havíamos passado, não o enxergando pois ele se localiza afastado da rodovia), vimos duas motos Transap estacionadas sendo abastecidas, em uma delas um americano que falava português na outra um casal de americanos (estes nao falavam qualquer palavra em português). O primeiro, que falava português, muito cansado. - De onde vens, perguntei, ja sabendo da resposta, pois o vi passar quando sem querer passei pelo posto. Respondeu: - da Ruta 40, de Bariloche. E eu imediatamente: - Como ela esta? - Horrível, respondeu, continuando, - muito e muito vento, vento forte e um rípio alto entre os trilhos de automóveis, e completou - Esta muito perigoso. Precisa muita forca para manter a moto nos trilhos e nao descontrolá-la para que nao mergulhe no pedregulho formado pelo trilho dos autos. A altura do leito entre os trilhos é de 30 cm ou mais em alguns locais. Levei 4 horas para percorrer 180 km, todo ele ruim. Antes (para nós seria depois) ele esta melhor. Além disto muitas costeletas nos trilhos. Como se não bastasse a via estar péssima, o vento atua de forma intermitente, e volta e meia largando fortíssimas rajadas. Abastecemos as motos, o vento intensificando e nossa preocupação aumentando. Estavamos ali em um dilema, retornar os 150 km ate El Calafate e se dirigir a Rio Gallegos e após subir a ruta 3, ou continuar , sofrer e enfrentar esta adversidade???? Resolvemos, em comum acordo, depois de alguma discussão prosseguir pela ruta 40. Péssima idéia. Antes de sair o americano alerta: muito cuidado, esta muito perigoso mesmo. Vão com cuidado e tomem muita água no caminho. Ao saírmos uma camionete vem trazendo carregada em sua carroceria o 4° membro da equipe (a moto estragada e o piloto acabado). Não aguentou a ruta 40. Seguimos temerosos e o vento fortíssimo pegando no costado. Entramos na ruta 40, devagar e eu extremamente tenso tentando manter a moto nos trilhos. Vou seguindo, inicialmente 40, 50, 60 km/hora e então uma forte rajada de vento já nos 2 km percorridos nos joga para o meio do trilho onde o pedregulho forma montes de 30 cm e a moto se descontrola, eu acelero e dá-se o acontecido: a moto derrapa e faz um zerinho atirando eu e Adelaide um ou dois metros longe. Assim como caímos nos levantamos (tudo extremamente rápido). Eu apavoradíssimo com a possibilidade de a Adelaide ter se machucado, porém averiguações feitas, nenhum arranhão em ambos. Tudo bem com a gente. Agora era verificar a moto que recém abastecida expelia pelo suspiro gasolina. Ficou virada e deitada no sentido contrário (pela derrapagem que formou um zero). Um dos alforjes arrebentou sua cinta que o segura no suporte. No mais tudo bem. Um Argentino, que recém havia passado por nós, viu que estávamos em maus lencóis, e deu marcha ré em sua camionete. Veio ver se havíamos nos machucado e vendo a dificuldade de erguer a moto, nos ajudar a levantá-la. Com muito esforço, pois erguemos ela contra o vento, colocamos de pé. Por incrível que pareca e pela proteção dos alforjes nenhum arranhão na Catarina, somente o pé da embreagem entortado. Será que algum problema mecânico poderia ter ocorrido com a queda? Bati o arranque e nada, acho que estava afogada. Bati novamente e nada. Definitivamente afogada. O vento mal nos deixava de pé. Esperei um pouco e bati novamente o arranque e finalmente ela ligou. Agora averiguar se as marchas funcionavam. Incialmente me pareceu difícil, pois a alavanca estava completamente torta, fora de sua posição para uma debreagem tranqüila, mas após algumas tentativas, averiguei que estavam funcionando. Preciso aqui agradecer ao amigo Argentino (se não me engano seu nome é Sérgio) que tão prestimosamente nos ajudou. Agora o desafio era sair daquele rpio, pois se antes estavamos em um dilema, agora tínhamos uma certeza: nao prosseguiríamos pelo rípio. Que encreca que nos metemos. Pela adrenalina, pelo vento, os 2 km de retorno foram para mim os mais longos de toda a viagem. Finalmente conseguimos alcançar o asfalto. Vale aqui a importante observação que principalmente pelos equipamentos como roupas de cordura com proteções nas articulações, botas e luvas, nada sofremos (Somente a bota da Adelaide foi um pouco mastigada, mas, como disse ela nada sofreu).

Para assistir ao primeiro capítulo você pode acessar o site do Chakal ou clicar no link abaixo:

Capitulo 1: Expedição Ruta 40

Também estou postando (abaixo) a entrevista concedida pelos organizadores da expedição a TV COM, no programa falando de Tânia Carvalho:



Um interessante blog que relata a viagem e traz outras informações é o seguinte:


Próximos programas: dia 13 e  20 de Dezembro, na TVCOM, canal net 36, as 20:00hs

Para assistir ao vivo o programa nestes horários clique aqui

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

4º Abraçando o Litoral Norte 2009


O 4º Abraçando o Litoral Norte 2009 acontece dia 05 de Dezembro em Tramandaí/RS.

Tramandaí(1) - Cidreira(2) - Balneário Pinhal(3) - Capivarí do Sul - Osório(4) - Arroio do Sal(5) - Torres(6) - Capão da Canoa( 7) - Xangri-Lá (8) - Imbé(9) - Tramandaí(10).

Mais Informações:

Bagé Moto Encontro Integração 2009

 
Confirmado o Bagé Moto Encontro Integração 2009, em Bagé – RS – Brasil, dias 04, 05 e 06 de dezembro.
Shows, bandas, churrascada, um carreteiro gigante para 1500 pessoas promovido pela Associação dos Arrozeiros de Bagé, muita gente, muita motocicleta !!!
Recepção nos três acessos principais da cidade, com estrutura e orientação ao local do evento.
Sexta à noite os primeiros 100 litros de cerveja grátis !!!
Almoço, jantar e café da manhã gratuitos para os motociclistas !!!