quinta-feira, 28 de junho de 2012

A Bordo de uma Motocicleta, documentarista de natureza registra o País em 8 meses


Documentarista de natureza percorreu 20 estados brasileiros durante 8 meses

Fernando Lara percorreu solitariamente mais 20 mil quilômetros em uma Honda NXR 150 Bros.

A captação de imagens da vida selvagem faz parte da rotina de trabalho do documentarista de natureza, Fernando Lara. Natural de Ipatinga (MG) o profissional acumula grande experiência ao longo de seus mais de 12 anos carreira e trabalhos e expedições realizadas no Brasil, nas florestas Amazônicas da Bolívia, Colômbia e em quatro países do continente africano.

No entanto,  foi entre 2011 que Fernando Lara realizou o maior desafio de sua carreira. Percorrer mais de 20.000 quilômetros a bordo de uma Honda NXR 150 Bros registrando 30 unidades de conservação, passando por 20 estados durante 8 meses de trabalho solitário e ininterrupto. O projeto, chamado ROTAS VERDES BRASIL é uma realização da Fauna e Flora Documentários e chamou a atenção de internautas de mais de 50 países que acompanharam diariamente os desafios de uma expedição feita de motocicleta.

Fernando Lara registrou a fauna, a flora, aspectos antropológicos e geográficos de todos os biomas brasileiros, ou seja, Pantanal, Amazônia, Cerrado, Caatinga, Mata Atlântica, Amazônia, Pampas e Oceano Marítimo. O percurso teve início no Parque Estadual do Rio Doce, na região do Vale do Aço (MG), percorreu além de Minas Gerais, o Rio de Janeiro, São Paulo, Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Rondônia, Amazonas, Pará, Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Bahia, Espírito Santo até terminar em dezembro em Minas Gerais.
 
Durante sua trajetória, realizada sem nenhum acidente, Fernando Lara relata momentos incríveis. Entre eles o encontro a menos de 4 metros de uma onça-pintada na Floresta Amazônica quando ele salvou o felino da fúria de um fazendeiro que tentava matá-lo. Este feito inédito rendeu a Expedição Documental Rotas Verdes Brasil reportagens na imprensa nacional e uma matéria especial no Jornal Hoje da Rede Globo.

Fernando Lara também enfrentou temperaturas extremas que chegaram a 4 graus negativos no Rio Grande do Sul e registrou as populações ribeirinhas do norte do país ao navegar por cinco dias pelo Rio Amazonas entre Manaus (AM) e Belém (PA).

No entanto, o momento que Fernando Lara classifica como o maior desafio geográfico da Rotas Verdes Brasil está na travessia pela intransitável BR-319. A rodovia que liga Porto Velho (RO) a Manaus (AM) é a única ligação por terra dos estados do sul a capital amazonense. São quase 900 quilômetros de percurso com 125 pontes em péssimo estado de conservação no meio da Floresta Amazônica. Não há postos de gasolina e um trecho de 600 quilômetros de isolamento total no meio da selva, sem socorro ou qualquer tipo de comunicação.

“Foram três dias de muita adrenalina, mas que resultaram em momentos marcantes para a expedição. Segundo algumas pessoas que consultei, não há registro de nenhum motociclista que tenha feito esse trajeto sozinho nos últimos anos,” afirma Fernando Lara.

Livro digital
Todo este esforço tem um objetivo muito nobre. Fernando Lara irá produzir o primeiro livro digital (e-book) gratuito da internet sobre unidades de conservação do país. “Vamos transformar tudo em uma obra de livre download que terá informações de localização, flora e fauna ameaçada, espaços para visitação de turistas, entre outros. Queremos divulgar as áreas conservadas e popularizar essas informações para que professores, alunos, ambientalistas, políticos possam conhecer mais as nossas belezas naturais”, afirma Fernando Lara.

O lançamento do livro digital Rotas Verdes Brasil está agendado para acontecer ainda este ano. A obra terá versões em português, inglês, espanhol e japonês. O objetivo é atingir o público em eventos internacionais importantes como a Copa do Mundo e as Olimpíadas em 2016.

As informações e os vídeos desta expedição estão no site: www.rotasverdesbrasil.com.br

 Com equipamentos de altíssima qualidade, captando imagens surpreendentes

 Lobo-guará: Fernando Lara produziu imagens muitos animais ameaçados de extinção como este lobo-guará em Bonito (MS)

 Onça-pintada: Documentarista de natureza ficou cara a cara com o maior felino das Américas no meio da Floresta Amazônica

 Dunas: Registro do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses feito por Fernando Lara durante a expedição.

 Siriema: registro de uma siriema feito pelo expedicionário no Pantanal Sul

Rio da Prata: Fernando Lara também fez imagens subaquáticas como esta no Rio da Prata em Bonito (MS)

5 comentários:

  1. Cara Parabéns pelo trabalho, coragem, audácia e frieza para contemplar na natureza e ainda por cima registrar tudo pra depois lançar no livro. Quando lançá-lo, pretendo ter um exemplar para leitura e divulgação.

    Continue assim,

    ResponderExcluir
  2. pirei essa foi nota millllllllllll.estarei esperando as publicaçoes...

    ResponderExcluir
  3. Tão bom ver como ás pessoas usam as motos para tudo eu por exemplo uso minha Suzuki Moto pra tudo que eu vou fazer

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Tenho uma Moto  do mesmo modelo, melhor modelo não há

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua participação e opinião.